Cartão de Crédito

Conheça 5 dicas infalíveis de como poupar dinheiro

como poupar dinheiro

No atual cenário econômico do país — que está passando por muitos ajustes — muita gente precisa economizar  para ter uma reserva, mas não faz ideia de como poupar dinheiro com o orçamento apertado do dia a dia. Sendo assim, preparamos este texto com 5 dicas simples que vão lhe ajudar a poupar. É só continuar a leitura para descobri-las!

Fazer um bom planejamento financeiro é um passo básico para poupar dinheiro e conseguir se organizar para manter as contas em dia, inclusive saldar dívidas, sem precisar necessariamente aumentar sua renda. Dessa maneira, será possível ter uma reserva para situações de emergência e começar a colocar seus planos em prática para a realização de um sonho.

A grande questão de como poupar dinheiro é perceber que ter altos rendimentos não é a solução para todo os seus problemas, uma vez que se você não souber como gastar também poderá perder o controle e ainda não conseguirá fechar o mês com um saldo positivo.

1. Avalie sua situação financeira para poupar dinheiro

Antes de começar a fazer um planejamento, é necessário estar familiarizado com sua situação financeira para que você consiga obter resultados que realmente façam a diferença. Esse passo é essencial para conhecer seus hábitos financeiros, entender melhor sua relação com o dinheiro e identificar onde há mais problemas.

Portanto, faça uma planilha e insira nela o valor de sua renda mensal complete (salário fixo, pensões and so on.), bem como todos os seus gastos — então, separe-os entre as seguintes categorias:

  • gastos essenciais: aluguel ou parcela do apartamento, condomínio, água, luz, web, IPVA, alimentação, transporte, entre outros
  • gastos com lazer: academia, salão de beleza, compras em shoppings, bares, restaurantes and so forth.

Uma boa dica é guardar todas as vias de seu cartão com suas compras e depois registrá-las, pois todo o dinheiro que sai precisa ser controlado, assim como o que entra. Se você não quiser acumular papéis, abra o web site ou o aplicativo de seu banco e confira quais foram os últimos débitos.

Com essas informações em mãos, será possível ver claramente quais são os gastos que podem e precisam ser cortados ou diminuídos e quais atitudes deverão ser tomadas para manter seu controle financeiro e com isso poupar dinheiro.

2. Crie metas e objetivos que caibam em sua realidade

Estipular uma meta de despesas é mais um ótimo passo para poupar dinheiro, ainda mais quando já está ciente de sua situação financeira. Além disso, procure gastar menos do que você ganha — isso pode parecer óbvio, mas pare e pense em quantas pessoas de seu convívio vivem apertadas porque compram mais do que podem. É provável que sejam muitas, não é mesmo?

Por isso, mantenha seus gastos abaixo de sua renda mensal e crie metas que sejam possíveis de ser realizadas. Acredite, nem sempre um bom salário garante tranquilidade, uma vez que a pessoa pode ter despesas muito altas e também ficar endividada.

Lembre-se que o que realmente importa é pensar em suas necessidades e seus sonhos, ajustar seu padrão de vida e procurar se organizar para conseguir se permitir alguns luxos e, principalmente, garantir um futuro melhor.

3. Separe uma quantia por mês

Com suas metas e objetivos definidos, você pode traçar planos para a realização de um sonho, seja ele a compra de um carro ou um intercâmbio em outro país — o que é uma excelente motivação para guardar dinheiro.

Dessa maneira, separe seus objetivos por prazos (curto, médio e longo) e trace um plano de ação que tenha um passo a passo do que deverá ser feito para alcançar o que deseja, pois será mais fácil manter seu foco no que realmente importa.

Para definir a quantia que será poupada por mês, você pode utilizar a regra do 70-20-10, que funciona da seguinte maneira:

Vale ressaltar que também existe a regra dos 50-15-35, que funciona da mesma maneira, só que com valores diferentes. O ideal é testar e usar aquela que atenderá melhor as suas necessidades.

4. Saiba usar o cartão de crédito a seu favor

Sabemos que a grande maioria das pessoas tem o cartão de crédito como seu maior inimigo nas finanças, mas isso só acontece porque elas não sabem usá-lo bem. É verdade que os juros são muito altos e abusivos, mas as principais informações estão na fatura — é só utilizar seu cartão de maneira consciente, buscando não torná-lo em mais uma despesa, e sim em uma forma de pagamento.

Além disso, uma vantagem é que a maioria das bandeiras de cartão oferecem programas de fidelidade, e você pode resgatar produtos e até passagens aéreas com seus pontos. Procure saber mais informações com seu banco para escolher o que mais se encaixa com seu perfil.

5. Busque outras fontes de renda

Você já se planejou, cortou gastos, mas ainda assim não consegue quitar todas as contas ou guardar dinheiro? Então, uma boa solução é procurar por um trabalho que lhe proporcione uma renda extra para que não dependa mais somente de seu salário. Existem diversas opções que podem lhe ajudar bastante, confira algumas delas a seguir:

  • fazer doces ou salgados para festas
  • redação para website, voltada para o marketing and advertising electronic — o que pode ser feito em casa
  • trabalhar como freelancer à noite ou nos fins de semana (como um bar)
  • dar aulas particulares ou de reforço: inglês, matemática, física ou até música
  • abrir seu próprio negócio: é possível transformar um interest (costura, cozinha, entre outros) em uma boa fonte de renda e, quem sabe, passar a tê-lo como seu principal trabalho.

É importante ressaltar que todo o seu progresso deve ser acompanhado de perto, principalmente porque é necessário estar preparado para os imprevistos, que podem mudar suas necessidades de uma hora para outra.

Ou seja, saber se adaptar a novas situações também faz uma grande diferença — assim, quando for preciso, será mais fácil ajustar seus planos de maneira que lhe atendam melhor.

Como se pôde perceber, todo esse planejamento é um processo que requer bastante comprometimento e foco. Por esse motivo, fique atento e lembre-se de sempre respeitar seus limites: jamais corte gastos com saúde, evite gastos desnecessários e divirta-se. Afinal, ter momentos de lazer é essencial para ter uma rotina mais saudável e mais energia para conquistar seus objetivos.

E então, curtiu descobrir nossas dicas de como poupar dinheiro? Agora aproveite a oportunidade e leia este outro artigo em nosso weblog para saber como não se endividar! Boa leitura!